Close

Um festival de conexões sonoras

Um festival de conexões sonoras

Elos reuniu expoentes de diferentes estilos musicais para promover dias de festa no Aterro da Praia de Iracema

Do DJ à orquestra, do pop ao blues, do regional ao nacional. Assim foi o “Elos – ações que transformam o mundo”, que contou com programação gratuita e diversa nos dias 17 e 18 no Aterro da Praia de Iracema. A música foi um dos destaques dessa plataforma de múltiplas experiências que agregou diferentes linguagens artísticas, esportes, feiras criativas e outras tantas atividades.

As tardes de sábado e domingo foram abertas com os DJ’s La Pala e Estácio Facó, respectivamente, colocando as primeiras pessoas que chegavam ao Aterro para dançar ao som de ritmos como MPB, pop, rap e eletrônica.

No primeiro dia, o Palco Música contou com apresentações da Camerata de Cordas do Instituto Beatriz e Lauro Fiuza, formada por estudantes da instituição e comandada pelo professor João Paulo Nobre. Em seguida, Camila Marieta e sua banda iniciaram os shows com músicas de seus dois EPs lançados, Imaginada e Tropeço no Meio Fio. Atração mais aguardada da noite, o capixaba Silva entrou logo após para cantar o seu último álbum, Brasileiro. Com repertório pensado para animar, o coletivo Fertinha, representado por Darwin Marinho e Cé da Silva, encerraram a programação do primeiro dia com muita música latina e funk.

A Orquestra Sanfônica Essência da Tapera das Artes abriu o palco no segundo dia. Com regionalismo musical na cultura cearense como tema norteador, o grupo contou com interação do público através de brincadeiras musicais com o corpo. O Projeto Rivera foi a segunda apresentação da noite, levando todos a loucura com músicas do trabalho Eu Vejo Você. Felipe Cazaux, Nayra Costa e Marilia Lima finalizaram o Festival com muito rock, soul e blues.